APROSMAT realiza curso de liderança, boas prática e gestão para seus colaboradores

A Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT), promoveu um curso de liderança, boas práticas e gestão, voltado para os seus líderes e colaboradores internos, em uma ação que faz parte do programa de Educação Continuada da APROSMAT.

O processo de qualificação dos líderes e colaboradores, segundo o Diretor Administrativo da APROSMAT, Thiago de Vasconcelos, é mais uma ação que vai de encontro as diretrizes internas da Associação e Laboratórios, com base nos cargos , funções e a hierarquia funcional.

“Neste momento estamos com oficinas de treinamentos, onde fomos buscar profissionais que pudessem nos auxiliar com programas de treinamentos voltados para a liderança e capacitação dos colaboradores no sentido de sinergia, relacionamento e boas práticas, validando o nosso novo modelo de organograma interno, repassando aos colaboradores a importância do despertar da liderança, para que possam potencializar o  trabalho em equipe, buscando afinar cada vez mais as suas práticas nos processos, sejam dos laboratórios ou administrativos. O objetivo da APROSMAT é a manutenção contínua pela qualidade e qualificação de seus colaboradores, e assim entregar ao mercado, clientes e associados o melhor produto possível quando se tratar dos serviços ofertados em nosso portfólio”, concluiu.

APROSMAT apresenta aos associados o projeto de desenvolvimento de Inteligência Analítica em sementes de soja

A Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), apresentou aos associados o projeto de desenvolvimento de Inteligência Analítica em sementes de soja, com o olhar voltado para os próximos 5 a 10 anos. E tem como objetivo impactar em toda a cadeia produtiva, gerando informações estratégicas, assim agregando ainda mais o potencial competitivo de nossos clientes.

Dentre os parâmetros e tendências para o futuro a médio e longo prazo os responsáveis técnicos, apresentaram os seguintes:

  • IoT terá um nível revolucionário semelhante ao que teve a internet convencional. O que estamos vendo atualmente é apenas o começo de uma revolução que está vindo muito rapidamente e certamente não irá esperar por todos!
  • “Os dados são o novo petróleo”; diferentemente do petróleo, no qual um dos maiores desafios é localizar reservas subterrâneas onde possamos encontrá-lo, o ponto-chave no mundo dos dados é outro. Localizá-los já não é um problema, tendo em vista que hoje eles estão à nossa disposição. Agora, o maior desafio é correlaciona-los e extrair conhecimentos do uso dessa fonte de inesgotáveis possibilidades.
  • O advanced analytics irá trazer mudanças profundas na forma como as empresas operam, são gerenciadas e se relacionam com os clientes/consumidores;
  • As soluções em tecnologias analíticas irão focar em soluções para análises ao campo ou no processo, saindo dos laboratórios, diminuindo o tempo para tomadas de decisões, bem como a agricultura de decisão!

Instalamos dois equipamentos de análises, em duas empresas sementeiras, onde os testes serão realizados na safra 2022.  Após a coleta de dados seja realizada, iremos fazer o desenvolvimento dos algoritmos das sementes, e disponibilizando estas informações ao cliente.

APROSMAT promove curso para área de vendas de seus associados, pelo programa SAAC

A Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT) realizou um curso para os departamentos de comercialização de seus associados, com foco em técnicas de melhoria do atendimento direto com os clientes. A qualificação contou com a participação de consultores e líderes das equipes, e foi ministrada pelo psicólogo Alisson Lins especialista em desenvolvimento de equipes comerciais.
O facilitador explica que o curso de Neurovendas traz aos participantes como funciona a cabeça de um cliente. “Ele (curso) está ancorado na psicologia do consumidor, o cliente muda seu comportamento e nós precisamos entender o processo de decisão, o processo de abordagem e como se faz para entender o que se passa pela mente do seu cliente. E para ser um bom vendedor, o profissional   precisa desenvolver sua escuta ativa, ainda ter as perguntas para trazer este conteúdo à tona e acima de tudo gerar esta conexão com o cliente, gerando atenção e conforto, e por fim o prazer de uma venda bem segura para seu cliente”, disse.
O curso ocorreu de forma online e presencial na sede da associação, o Diretor Financeiro  da APROSMAT, Nelson Croda destaca a importância deste tipo de aperfeiçoamento técnico em uma área estratégica dentro de uma empresa de sementes. “Um departamento comercial bem qualificado é primordial para a imagem da empresa, para o acesso ao mercado e a conquista de novos clientes e paralelamente a manutenção dos já existentes. No fim o objetivo é um atendimento de excelência e com sucesso nas vendas para estes departamentos de nossos associados”, finalizou.

APROSMAT em parceria com Senar MT promove curso de capacitação sobre NR 33 

A APROSMAT em conjunto com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) realizaram nos dias 24 e 25 de fevereiro, no Sindicato Rural de Rondonópolis, um curso de NR33 para Trabalhadores em espaço confinado e vigias.

A capacitação com carga horária de 16 horas foi ministrada pelo instrutor Rubens Loureiro Carpanez, que discorreu sobre os fundamentos da NR 33, que visa garantir a entrada, o trabalho e a saída segura dos espaços confinados, através da implantação de medidas de proteção, que devem ser estabelecidas a partir dos riscos existentes no espaço confinado, antes da entrada e dos riscos gerados na atividade a ser realizada.

APROSMAT integra missão internacional de Mato Grosso nos Emirados Árabes Unidos

A Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT) participou nesta sexta-feira (18), em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, da agenda de reuniões do governo de Mato Grosso, que tinha como pauta comercialização de créditos de carbono.
A primeira reunião ocorreu com representantes do Grupo Vitol. A empresa atua no ramo de energia e commodities com sede em Genebra (Suíça) e Roterdã (Holanda), que trabalha com petróleo bruto e derivados, além de possuir 1bilhão de dólares comprometidos com projetos de energias renováveis ao redor do mundo. É o maior comerciante independente de energia no mundo. Em 2020, o grupo faturou 140 bilhões de dólares. Em seguida houve outra reunião com representantes da Smartt. É um grupo que atua na área de Tokenização do setor agrícola. “Tokenização”,como sugere o nome, é transformar qualquer tipo de ativo em tokens, sejam eles reais (imóveis, estoque, entre outros), sejam financeiros (regulados pelo mercado de capitais). Os objetivos do processo são: atração do capital, rastreabilidade e acesso aos mercados internacionais.
O presidente da Aprosmat, Gutemberg Carvalho Silveira, representa a associação e o setor sementeiro na comitiva mato-grossense.

APROSMAT realiza debate com especialista em tributos

A APROSMAT no dia 11 de fevereiro realizou debate com os associados onde participaram os representantes dos setores contábil e de tributos das sementeiras, no auditório da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), em Cuiabá.  O evento ocorreu de forma presencial e on-line e contou com a participação do advogado Eduardo Lourenço.

Na pauta dos assuntos, a reforma tributária, tributação de royalties, tributação de dividendos e ICMS- Diferencial de alíquota e combustíveis. Onde durante o período da reunião, os participantes puderam tirar dúvidas e esclarecimentos sobre os temas abordados pelo especialista.

APROSMAT promove encontro técnico com tema Estratégias de Dessecação na Produção de Sementes de Soja

 

A Associação de Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT) promoveu nesta sexta-feira (28), um encontro técnico na sede da Associação em Rondonópolis, com o tema “Estratégias de Dessecação na Produção de Sementes de Soja”, apresentada pelo pesquisador e consultor de Agronegócio,  Alexandre Gazolla, e contou com a participação de associados na forma presencial e on-line.

Por quase duas horas, o doutor em sementes debateu com os participantes sobre a dessecação na pré-colheita de campos de sementes, com a explanação dos estágios ideais para este importante processo priorizando o máximo peso de grão e a máxima qualidade fisiológica, destacando a importância da identificação da maturidade fisiológica entre os campos e respeitando  a variabilidade entre plantas e as áreas. “Observando este time de aplicação e utilizando os produtos recomendados com a dosagem correta, nós conseguimos uma antecipação de colheita muito considerável. Quando falamos em antecipação de colheita e pós-aplicação no momento correto, que é o que estamos recomendando que é a maturidade fisiológica”, comentou.

Os indicadores de maturidade fisiológica que Gazolla comentou, rendeu um bom debate durante a palestra junto aos presentes. “ O estágio fisiológico L 7.3, onde nós temos mais de 73% de folhas, hastes e legumes amarelos, com as sementes se desligando do legume, e também outros indicadores como os nódulos setecentos principalmente, então estes são os pontos que devemos observar na área para tomar a decisão, ou seja, aplicou na maturidade fisiológica você terá resultado muito bom em redução de grãos verdes, em menos danos por umidade, menos dano mecânico lá no processo de colheita, e terá lotes com maior vigor e germinação”, finalizou.

O Diretor Executivo da APROSMAT, Jefferson Aroni destaca a importância do tema e o compartilhamento de conhecimento, que no momento de decisão pode auxiliar o associado. “O objetivo da APROSMAT é trazer o melhor conteúdo para municiar de informação o  associado, no melhor momento da dessecação e da colheita da semente. Então estamos sempre aperfeiçoando, trazendo novidades e atualizando o nosso associado para que ele possa ter sucesso na sua colheita de sementes e de grãos”, concluiu.

APROSMAT participa de Dia de Campo de Ensaios de Cultivares em Rede de Soja

A Associação de Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT) participou nesta sexta-feira (14/01) de um dia de campo realizado no campo experimental do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), na cidade de Primavera do Leste (MT), onde foram  demonstrados aos participantes ensaios de cultivares em rede de soja (ECR Soja), com 40 cultivares comerciais em duas épocas de semeadura, contou com a participação de associados da APROSMAT e tem chancela da Fundação Pró-Sementes e parecia com Senar MT.

A gerente de Pesquisas da Fundação Pró-Sementes, Kassiana Kehl foi a responsável pela condução do projeto neste primeiro ano de ensaios em Mato Grosso, e explicou toda a metodologia empregada no ECR de soja. “Este ano nós estamos testando 40 cultivares comerciais de soja, em quatro tecnologias envolvidas como as cultivares RR IPRO®, Intacta®, Xtend® e Conkesta®. Dentro deste grupo de 40 cultivares, nós instalamos estes ensaios em cinco municípios do Mato Grosso, aqui em Primavera do Leste, Campo Verde, Sorriso, Sapezal e em Rondonópolis em uma área de pivô, então a ideia é avaliar estas cultivares e disponibilizar os resultados aos produtores, a fim de estar orientando sobre o desempenho das cultivares e as que melhores se encaixam em suas realidades”, destacou.

Além dos fatores de desempenho, os ensaios são realizados em duas épocas de plantio em datas diferentes em cada região, o que garantirá segundo Kassiana mais dados aos produtores na hora de realizar a opção pela cultivar mais rentável. “Além das informações, o ensaio também serve para demonstrar ao produtor que a escolha da cultivar pode representar um ganho ou perda de até 30 sacas por hectare, apenas nesta escolha”, comentou.

O diretor técnico administrativo da Fundação Pró-Sementes, Alexandre Levien destaca a imparcialidade das informações obtidas neste tipo de ECR de soja. “O objetivo do trabalho é testar os materiais e eles competirem em um experimento isento com repetições estatísticas, que vão demonstrar com potencial produtivo da cultivar naquela região que está sendo testada. Então isso traz um ganho para o produtor, pois ele poderá escolher a melhor cultivar para a sua condição”, disse.

A APROSMAT na continuidade do fortalecimento do setor sementeiro no Estado auxiliou na viabilização das pesquisas junto a Fundação Pró-Sementes, e Senar MT, o vice-presidente da Associação, Luiz Américo da Costa explica que o projeto se fez necessário pela dinâmica do mercado de sementes e sua evolução. “A ideia surgiu no ano passado basicamente em função de características que estão ocorrendo no mercado de produção de sementes. O planejamento, está sendo criterioso pelo grande número de materiais disponíveis, onde chegamos acima de 150 materiais no mercado para definição de planejamento. Também estamos em um momento de processo de mudança de plataforma de tecnologia, com duas novas plataformas entrando no mercado, e isso faz com que ocorram com rapidez muitos lançamentos de materiais e plataformas, além da dinâmica de informações para se ter um planejamento mais correto possível dentro das propriedades”, finalizou.

O próximo Dia de Campo de Ensaios de Cultivares em Rede de Soja, acontecerá em Sorriso, na próxima segunda-feira (17/01), a partir das 8 horas, no Centro de Treinamento e Difusão tecnológica do IMAmt, situado na rodovia BR 163, km 712.

O projeto de Ensaios de Cultivares em Rede de Soja conta com a realização da Fundação Pró-Sementes, APROSMAT e Senar-MT, e o apoio do IMAmt.

 

APROSMAT realiza workshop de apresentação de pesquisa de testes rápidos de qualidade de sementes

Durante esta segunda-feira (10), a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT) promoveu um workshop de apresentação de pesquisa de testes rápidos de qualidade de sementes em cenário pré-colheita realizados em 2021. O encontro técnico contou com a condução dos palestrantes Géri Meneghello e Francisco Villela e a participação de colaboradores dos associados da APROSMAT presencialmente e pela internet.

O engenheiro agrônomo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Géri Meneghello, abriu os trabalhos do workshop destacando a importância de ampliar a discussão junto aos profissionais que atuam diretamente no momento dos testes de qualidade na fase que antecede a colheita. “Estes tipos de testes são uma demanda muito forte do setor, e neste trabalho foram testados vários ajustes metodológicos para verificar a eficiência destes testes em prol da avaliação da qualidade. E hoje estamos reunidos com um grupo de responsáveis técnicos dos associados da Aprosmat, onde estamos debatendo os resultados encontrados em 2021, para aperfeiçoar os processos já nesta safra e nas próximas que virão”, disse.

A agilidade característica deste tipo de teste aliado com eficiência é fundamental para o processo de escolha de quais lotes se sobressaem em qualidade para colheita, assim explica o professor titular da UFPel, Francisco Villela. “A definição de campo de momento de colheita e que áreas a serem colhidas ou se aquela área tem condições de ser colhida para sementes, são questões que devem ser definidas muito rapidamente e no dia da colheita. E com estes testes feitos no dia anterior ter a informação na primeira hora da manhã, que a área pode ser colhida para semente porque tem qualidade fisiológica adequada e isso é fundamental para o produtor, pois só estaria colhendo material que teriam condições de produzir sementes de alta qualidade”, pontuou.

O coordenador do Comitê de Responsáveis Técnicos da APROSMAT, Ivan Carlos Riedo, acompanhou a divulgação dos dados e o debate com os responsáveis técnicos. “O objetivo deste encontro com os responsáveis técnicos, pessoal de campo,  de laboratório e junto com nossos associados foi de discutir os resultados obtidos neste estudo e assim gerar novas oportunidades e trazer resultados que possam contribuir para os nossos testes de pré-colheita”, finalizou.

Rally Aprosmat 2021 desbrava as novas fronteiras agrícolas do Estado

A APROSMAT percorreu várias cidades das regiões noroeste, norte e nordeste de Mato Grosso, entre os dias 28/11 e 04/12, com objetivo de conhecer as novas fronteiras agrícolas do Estado. No total o RALLY APROSMAT visitou sete cidades, onde o comboio rodou mais de 4 mil quilômetros.

“Foi muito importante fazer este Rally, pois conseguimos dar um giro pelo estado de Mato Grosso, onde percorremos regiões novas e vimos o aumento das lavouras com a ampliação das áreas cultivadas, e a APROSMAT sempre está incentivando o seu associado estar próximo do cliente”, disse Jefferson Aroni, Diretor Executivo da APROSMAT.

“Este Rally trouxe para nós como associação uma visão de Estado como região consumidora de sementes, e quais são as demandas e necessidades destes produtores e o que a APROSMAT para trazer algum benefício, agregar em termos de tecnologia, de posicionamento de material e de realidades de regiões distintas”, explicou Luiz Américo Costa, vice-presidente da APROSMAT.

“A região aqui de Novo Mundo é muito promissora e a cada ano está se expandindo mais, inclusive em nossa área é o primeiro ano de agricultura. Os resultados estão superando as expectativas em comparação com outras áreas estamos acima da média. É muito importante receber representantes do setor de sementes para conhecer de perto nossa realidade”, finalizou Sérgio Prudente Polizel, produtor rural de Novo Mundo (MT).