APROSMAT sedia lançamento da Patrulha Rural Georreferenciada na Região Sul de Mato Grosso

 

Nesta segunda-feira (04) foi lançada oficialmente a Patrulha Rural Georreferenciada, na sede da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT), que terá como área de atuação Rondonópolis e outros 14 municípios da Região Integrada de Segurança Pública (RISP). A cerimônia contou com a participação do governador Mauro Mendes, que foi recepcionado pelo presidente da Aprosmat, Gutemberg Silveira.

O governador valorizou a ação em levar mais segurança para o campo e destacou mais investimentos na área. “O ano passado quando lançamos o programa Mais MT já tinha um destaque orçamentário de R$ 35 milhões para que este batalhão fosse montado. Na Segurança Pública precisávamos cada vez mais dotar a polícia de mais infraestrutura e, por isso, também contratamos o rádio digital para 100% de Mato Grosso. Só no rádio digital vamos investir quase R$ 100 milhões”, destaca.

O projeto da implantação do patrulhamento rural começou a ser estruturado no ano de 2014, quando as ações criminosas se intensificaram no campo, como roubos e furtos de gado, implementos agrícolas e caminhonetes. O número de ocorrências começou a chamar a atenção da Polícia Militar (PMMT).

Naquele período, relembra o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel PM Gleber Cândido, o atendimento no campo era realizado pela Força Tática do 4º Comando Regional da PMMT. “Começamos com um patrulhamento simples e embrionário, para depois darmos origem ao Patrulhamento Rural. Então começamos a evoluir com o cadastramento das propriedades rurais, no qual fazemos a visita de proximidade, conversando com o produtor rural, ouvindo todas as demandas da região e após a visita, geramos um número de cadastramento da propriedade, onde é tirada a posição georreferenciada e, por fim, é afixada uma placa”, explica Cândido.

O cadastro de propriedades rurais no 4º Comando Regional já se aproxima de 1.600. Desses, 700 locais já contam com a placa de identificação. Além da identificação, uma rede de grupos de WhatsApp orienta e serve de auxílio para informações, forma que o comando regional encontrou para aproximar os produtores rurais e a Instituição. Na própria sede do Comando Regional foi criado o Centro de Comando e Controle Rural que monitora 24 horas por dia e 7 dias da semana as informações que são repassadas pelos moradores do campo.

O modelo de parceria com a comunidade conta atualmente com 95% das propriedades, já cadastradas, englobando pequenos e médios produtores, e possui a dinâmica de atuação dos policiais seguindo o calendário do agronegócio, onde em alguns meses do ano são mapeados e registram um crescimento de crimes no campo.

Para o presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis, Lucindo Zamboni Junior, a Patrulha Rural trará uma sensação de segurança para quem vive no campo e ainda a satisfação de poder ajudar a polícia por meio dos grupos virtuais formados nas regiões. “É um projeto de muita importância, que hoje é uma realidade trazendo segurança para o produtor rural e fazendo a integração dele com a sociedade. A Polícia Militar deixa o campo seguro e isso mostra essa integração, o produtor sendo conduzido à segurança que ele não tinha. Estamos muito felizes por ser algo que começou aqui no sul do estado e agora vai se expandir para todas as regiões de Mato Grosso”, comenta.

A APROSMAT, seguindo sua missão de sempre ajudar no desenvolvimento do agronegócio regional e nacional, é uma apoiadora incondicional da Patrulha Rural. Para o presidente da Associação, Gutemberg Carvalho Silveira, será um novo momento para quem vive e produz na zona rural. “A iniciativa do Governo é muito positiva no sentido de levar a Polícia Militar para o campo. Toda a cadeia produtiva de Mato Grosso sentirá em curto prazo uma maior segurança não só para sua família e seus colaboradores, como também para a sua propriedade e todo o investimento que é feito com maquinários, defensivos e sementes. Só temos a agradecer e apoiar este tipo de ação por parte do estado”, finaliza.

O lançamento contou com a participação do prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio, senadores, deputados estaduais e federais, além de associados da Aprosmat.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *