APROSMAT traz curso remoto in company de interpretação de norma da ABNT

 

Os técnicos dos laboratórios da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (APROSMAT), entre os dias 09 e 12 de fevereiro, participaram do primeiro curso remoto in company do ano. O conteúdo abordado foi a interpretação e implantação da norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) NBR ISO/IEC 17025:2017, que trata dos requisitos gerais para competência de laboratórios de ensaio e calibração, e foi apresentado de forma remota por meio de uma plataforma digital.

 

O curso foi ministrado pela instrutora e consultora em metrologia Tânia Gomide, da empresa Seta Planejamentos, e segundo a especialista o objetivo é conscientizar os técnicos de laboratório e demais profissionais que atuam na atividade da importância da execução das rotinas de forma qualificada e trará uma maior confiança nos resultados obtidos. “No momento que o boletim de análise é extraído, há uma dependência de que todos os envolvidos no processo estejam desenvolvendo bem suas atividades e esse curso mostrando a norma 17025 trata deste cuidado na realização destes procedimentos, no treinamento das pessoas, com a verificação se as rotinas de cada profissional está sendo seguida a risca, se os equipamento em utilização estão corretos e calibrados, as instalações são adequadas para a atividade tanto na limpeza como na organização”, explicou.

 

A consultora explana que em seu escopo, a ISO/IEC 17025:2017 especifica os requisitos gerais para a competência, imparcialidade e operação consistente dos laboratórios. É aplicável a todas as organizações que realizam atividades de laboratório, independentemente do número de funcionários. “Se em um laboratório os seus equipamentos não estão calibrados e medindo errado como no caso das balanças, por exemplo, os resultados dele normalmente vão apresentar dados inconsistentes. Outro exemplo, os germinadores não são limpos adequadamente e apresentam fungos, os resultados destes ensaios serão comprometidos, então está norma trata destes requisitos, item por item”, destacou.

 

Para o diretor administrativo da APROSMAT, Thiago de Vasconcelos, o curso remoto in company da norma 17025, segue a diretriz da associação em garantir a qualidade das análises e o alto padrão exigido na acreditação dos laboratórios. “Qualificar e incentivar a nossa equipe técnica é umas das diretrizes APROSMAT. Trazemos o curso da norma 17025 periodicamente, sendo parte do nosso plano de qualificação constante, envolvendo nossa equipe técnica no que tange a qualidade dos nossos laboratórios, garantindo a reciclagem como também absorção de novos métodos e conhecimentos .A ideia de sempre estar qualificando a equipe com o que há de mais atual no mercado é uma vertente desta gestão, para que sempre estejamos preparados e atualizados para entregar a maior qualidade possível para os nossos associados e clientes dos nossos laboratórios”, finalizou.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *