Sementes de soja ficaram mais caras, diz IMEA

Maiores preços da soja estão favorecendo as relações de troca neste momento

A atualização do custo de produção da soja de abril/20 para a safra 20/21 evidenciou que a elevação do dólar no período (9.05% na média de abril ante a março) refletiu nos preços dos insumos, de modo que os defensivos apresentaram alta de 0,82% e os macronutrientes, de 0,38%.

De acordo com IMEA, as sementes de soja também ficaram mais caras (4,70%), devido ao atual patamar nos preços da oleaginosa (grão) e à maior procura pelas sementes neste período. Com isso, o custo operacional para o mês de abril ficou estimado em R$3,513,84/ha, alta de 0,92% em relação ao mês anterior.

Vale ainda ressaltar, a relação entre o custo de insumos e o preço paradidade de exportação de mar/21, que está em 26,31 sc/ha, quanto no ano passado encontrava-se em 31,40 sc/ha (para a safra 19/20), mostrando que, apesar dos custos estarem mais elevados, os maiores preços da soja estão favorecendo as relações de troca neste momento.

Fonte: Agrolink

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *