Aprosmat participa de reunião técnica do Zoneamento Agrícola de Risco Climático

O Consócio Milho-Braquiária de Mato Grosso realizou na última quarta-feira (04/12), na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), em Cuiabá, uma reunião técnica para a validação do Zoneamento Agrícola de Risco Climático(Zarc), onde contou também com a presença do presidente da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), Gutemberg Carvalho Silveira.

O pesquisador da Embrapa Silvipastoril de Sinop, Cornélius Zolin explica que a tecnologia do Zoneamento Agrícola de Risco Climático, visa principalmente reduzir ao máximo as perdas para a safra do agricultor por conta de uma escolha errada de uma janela climática, o que possibilita também maiores possibilidades de acesso às linhas de crédito do governo e ou da rede privada. “A cultura zoneada dentro da janela com menor risco o produtor pode solicitar nas diferentes modalidades de créditos para aquela cultura que esteja zoneada. Em modo geral, o zoneamento orienta o período de plantio mais adequando e com menor risco de perda para o produtor”, disse.

Com mais de duas décadas de desenvolvimento do Zoneamento Agrícola de Risco Climático, a Embrapa intensificou ainda mais os estudos nos últimos cinco anos, sendo que no ano passado foram apresentadas validações em diversas culturas, porém em 2019 é a primeira validação para o sistema milho-braquiária.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *